A doença já tem cura, mas e o preconceito?

Durante muitos anos só de ouvir o nome dessa doença, muitos corriam para longe. O medo do contágio era grande, o que ajudava a reforçar mais ainda o preconceito. Por isso, muita gente que apresentava os sintomas, ficava calado, não buscava um diagnóstico e muito menos um tratamento. Só quando a doença já tinha progredido demais é que a pessoa buscava ajuda e as vezes já era tarde para evitar as sequelas ou o agravamento da doença.

 

Hoje, sabemos que a hanseníase tem cura. O tratamento é gratuito e os medicamentos estão disponíveis no Serviço de Saúde em todo o país. Não há mais razão de ter medo da doença ou preconceito contra as pessoas com hanseníase.

Aqui no site da Pastoral da Criança você encontra mais informações e orientações sobre o tratamento.